MPT inaugura peticionamento eletrônico em todo o país

05/09/2014Sistema digital permite a advogados protocolar petições, dispensando o uso de papel


Brasília – O serviço digital de peticionamento eletrônico (PELe) do Ministério Público do Trabalho (MPT) entrou em funcionamento em todo o país nesta sexta-feira, 5 de setembro. Disponível pelos portais das procuradorias regionais do Trabalho, o serviço permite a advogados protocolar, utilizando assinatura eletrônica, petições digitais e anexos, dispensando o uso de papel. Agentes públicos e interessados em geral, desde que credenciados no sistema, também poderão utilizar a ferramenta para acompanhar o andamento de procedimentos, denúncias e investigações do MPT.

Imprimir

Sistema de peticionamento eletrônico do MPT entra no ar dia 5 de setembro

03/09/2014 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS) informa que, a partir do dia 5 de setembro, estará disponível no site www.prt24.mpt.mp.br o serviço digital de peticionamento eletrônico. Com o sistema, os interessados poderão, independentemente do horário de atendimento do MPT, realizar consultas sobre a tramitação de procedimentos e protocolizar, com assinatura eletrônica, petições e outros documentos, dispensando-se o uso do papel. Saiba mais sobre o peticionamento eletrônico do MPT.

Imprimir

MPT-MS abre inscrições para estágio em direito, jornalismo, tecnologia da informação e técnico em segurança no trabalho

Processo seletivo destina-se ao preenchimento de vagas previstas para 2015. Inscrições vão de 2 a 11 de setembro.

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT/MS) publicou no dia 1º de setembro o edital do processo seletivo para estagiários dos cursos de graduação em Direito, Jornalismo e Tecnologia da Informação e técnico em Segurança do Trabalho. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 2 a 11 de setembro. Confira o edital no endereço http://www.prt24.mpt.mp.br/informe-se/estagiarios.

Imprimir

Contratos de trabalhadores da limpeza urbana são regularizados

Prefeitura, por meio da Solurb, regulariza contratação de trabalhadores que faziam a varrição das ruas de Campo Grande sem registro em carteira e em condições precárias

02/09/2014 – Trabalhadores contratados irregularmente para as atividades de varrição, capina e serviços gerais de limpeza e manutenção das vias públicas de Campo Grande foram admitidos pela empresa CG Solurb Soluções Ambientais, responsável pelos serviços de limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos, e tiveram a situação regularizada. No total, 416 empregados foram contratados diretamente pelo consórcio.

Imprimir